TAG: Cheia de História

Oi, gente! Como é que você estão? Então, já faz algum tempo, nós fomos marcadas pela Ann Silva do Reclusidades Diárias a responder a tag Cheia de História. Antes de tudo, gostaríamos de pedir desculpa pelo atraso de responder. Perdão pelo vacilo,  e não desiste da gente.

1. Qual a sua maior motivação para escrever? 

Lu: Dá para acreditar que eu nunca pensei nisso? Acho que não é nada muito curioso ou emocionante, eu só gosto de escrever e ver meus pensamentos refletidos por meio das palavras. Também acho lindo textos bem escritos, eu admiro muito quem sabe escrever bem e talvez essa seja minha motivação, conseguir fazer textos tão bons quanto aqueles que eu gosto.

May: Para ser bem sincera, eu nunca fui uma pessoa que gosta de escrever, porque, apesar de ler diversos livros e amar, eu não sou boa em criar histórias, ou simplesmente conseguir passar minhas ideias para o papel. Porém, quando a Lu me chamou para fazer parte do blog, eu amei a ideia, porque eu amo poder falar sobre livros. Apesar de ainda não gostar tanto de escrever, e saber que minha escrita não é das melhores, eu adoro poder compartilhar minhas ideias com vocês, e conhecer pessoas com gosto parecido ao meu.

2. Há algum sonho secreto e que queira revelar?

May: Eu tenho vários sonhos, como ir para a Disney, conhecer meus ídolos, mas eles não são secretos, pois qualquer pessoa que me conheça sabe deles. Atualmente meu maior sonho é passar na faculdade de letras, conseguir o estágio na Disney e me tornar uma professora daquelas que meus alunos sempre lembrarão.

Lu: Hoje eu já não ligo muito para isso mas durante um tempo eu sentia vergonha de dizer que só via meu futuro na música, ainda amo música é minha maior paixão, eu adoraria seguir esse caminho mas não vejo mais isso na minha vida, já não é mais uma obsessão, encontrei outra saída e planos a, b e c para o meu futuro que me agradam bastante.

3. O que te encanta?

Lu: Tantas coisas! Mas eu gosto muito de apreciar as coisas simples da vida, me encanta ver pessoas sendo generosas, humildes, respeitosas, isso é algo que falta muito hoje em dia.

May: Pessoas com bom humor. Eu me considero muito bem humorada, então gosto de estar rodeada de pessoas assim!

4. Como descreveria uma viagem dos sonhos?

May: Com toda certeza, seria uma viagem para a Disney. É bem clichê, mas é o meu sonho desde que eu me entendo por gente. Só seria melhor se pudesse ir com meus amigos.

Lu: Inicialmente, com familiares ou amigos, sozinha não! Eu gostaria muito de ir a Londres visitar a Baker Street e achar uma T.A.R.D.I.S. perdida pela cidade, de quebra ainda ir em algum evento ou show. Ou talvez passar um tempo na Califórnia e marcar presença na Comic Con e na Warped Tour. Não sei, nunca pensei muito bem numa viagem dos sonhos, só em lugares que eu preciso ir ao menos uma vez.

5. Como gosta de passar o seu tempo livre?

Lu:Eu sou bem caseira, gosto de ficar lendo, ouvindo música, vendo séries ou simplesmente em família, mas também curto sair com os amigos, só não é o número 1 da lista.

May: Como a Lu, eu também sou bem caseira. Adoro ficar em casa vendo minhas séries e lendo meus livros. Mas também gosto de sair com minhas amigas e ir ao cinema, que é basicamente o que se tem para fazer na minha cidade.

6. Qual seu estilo de livro preferido? Dê um título para exemplificar. 

May: Eu amo livros de fantasia, sempre foi meu estilo favorito. Se for em outro mundo ai que amo mais ainda. Eu gosto de ler para fugir da realidade e viver outras vidas, e esses tipos de livros são os que mais me proporcionam isso. Não é à toa que meus livros favoritos são Harry Potter e Percy Jackson.

Lu: Eu AMO todo o tipo de ficção, não sei se consigo dizer que é o preferido mas é o que eu acabo lendo mais, as minhas sagas preferidas e primeiras paixões literárias são desse estilo Jogos Vorazes e Percy Jackson.

7. Tem alguma frase, ditado, provérbio ou citação que norteia sua vida?

Lu: Várias! Tem uma música do U2 que eu uso quase ela inteira como um mantra:

“I’m not afraid of anything in this world. There’s nothing you can throw at me that I haven’t already heard.” – Stuck in a Moment You Can’t Get Out Of

Do Simple Plan também:

“It feel like it’s taking forever, but one day things can get better.” – Lucky One

E um quote de Doctor Who que eu amo:

“When you’re a kid, they tell you it’s all… Grow up, get a job, get married, get a house, have a kid, and that’s it. But the truth is, the world is so much stranger than that. It’s so much darker. And so much madder. And so much better.”

May: Eu tenho várias citações de que gosto, mas minha favorita com certeza é:

As coisas mudam. E os amigos partem. E a vida não para, para ninguém.

— As Vantagens De Ser Invisível

8. Que período da história do mundo você gostaria de visitar, se fosse possível? Por quê? 

May: Eu sou completamente apaixonada pelos anos 60! As roupas, as músicas, a cultura, tudo. Com certeza adoraria visitar essa época e a da Grécia Antiga, que sempre foi meu assunto favorito nas aulas de história.

Lu: Anos 80, eu nasci nos anos 98 mas sou fascinada pela década de 80 e 90, o cenário musical, os filmes, o toca discos e walkman haha gosto demais, e foi um período político bem interessante com a Guerra Fria rolando, a queda do muro de Berlim, entre outros acontecimentos.

9. O que você mudaria em você? Por que? 

Lu: Minha insegurança, isso me afeta demais de todas as maneiras possíveis, me deixa medrosa e mais tímida do que eu já sou, me faz desacreditar de mim, chego no ponto de achar que até as pessoas mais próximas de mim não me querem por perto, é horrível.

May: Eu não sou uma pessoa com muita força de vontade. As vezes, mesmo eu querendo muito uma coisa, não faço muito para conseguir. É uma característica que eu realmente não gosto em mim, eu já tentei mudar, fazer planos para conseguir determinada coisa, mas eu sempre acabo procrastinando, depois me sinto mal por não ter feito nada do que queria e por não conseguir chegar em minha meta.

10. Tem saudade de alguma coisa ou de alguém? 

Lu: Eu não gosto muito de pensar em saudades, dá uma tristeza, vou citar algo que mexe comigo mas não profundamente que foi o ensino médio, foi a minha melhor época na escola e as coisas eram mais fáceis que agora com vestibular e a vida adulta.

May: Mais uma vez, eu tenho que concordar com a Lu. O ensino médio foi a melhor época da minha vida, principalmente o terceiro ano. Mesmo com toda a pressão de decidir uma carreira e dos vestibulares foi uma época da minha vida maravilhosa. Tenho saudades dos professores, de ver minhas amigas todos os dias e de não ter tantas responsabilidades que surgem com a vida adulta.

Bom, então essa foi a tag! Espero que vocês tenha gostado. Deixem ai nos comentários as respostas de vocês.

Anúncios

2 comentários sobre “TAG: Cheia de História

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s